Aprova Digital
POLÍTICA DE PRIVACIDADE

Saiba por que a gestão de pessoas no setor público também é uma estratégia governamental

POR Rafael Francisco  -   

Para algumas pessoas, a gestão de pessoas no setor público pode parecer uma atividade pouco importante. 

Isso porque, para a sociedade em geral, o bom funcionamento dos serviços públicos se limita em como ele é executado externamente.  

Mas não é bem por aí. Para que o serviço público consiga garantir bons desempenhos de eficiência e de atendimento para a população, é preciso que haja também uma boa organização administrativa interna. 

A modernização do Estado não se trata apenas da relação entre administração pública e sociedade.

Está relacionada também em como as gestões públicas lidam com a gestão de pessoas. Isto é, como é criada a relação entre serviço público e seus próprios servidores públicos. 

Quer saber mais a respeito da gestão pública no setor público? Continue a leitura. 

O que é gestão de pessoas 

A gestão de pessoas é um conjunto de práticas pré-definidas dentro das organizações. 

Seu objetivo é direcionar o comportamento humano e garantir o bem-estar dos colaboradores dentro das instituições, sejam elas públicas ou privadas.

É importante ressaltar que a gestão de pessoas deve (ou deveria) estar baseada sobretudo  em um tipo de política horizontal. 

O que significa que a participação dos colaboradores é bastante importante. Além disso, o gerenciamento de pessoal também tem como propósito a capacitação de todos para desenvolver as melhores habilidades de cada colaborador ou colaboradora.

Diferenças da gestão de pessoas entre setor público e privado 

A discussão sobre as diferenças entre público e privado não é nova. E independentemente do assunto abordado, essa ‘dicotomia’ entre público e privado entra em cena. E no contexto sobre gestão de pessoas no setor público não seria diferente. 

A gestão de pessoas no universo das empresas privadas se guia pela entrega de resultados práticos e objetivos. 

A palavra do dia (de todos os dias) dentro de uma empresa privada é “desempenho”. O que significa que a gestão de pessoal está direcionada para entrega de resultados. 

Apesar de ser assim, o trabalho de entrega de resultados dentro das organizações privadas é bem mais dinâmico. 

No poder público, a gestão de pessoas talvez esteja mais presa em processos engessados. O que, na prática, não abre espaço para a criação de uma cultura organizacional pautada nas pessoas, mas nos próprios processos. 

Homem sentado à mesa faz gestão de pessoas no setor público através do celular.

Tendências para gestão de pessoas no setor público 

A gestão de pessoas no setor público deve ser considerada uma maneira estratégica de administrar serviços voltados à sociedade.

Isso porque o trabalho dos servidores tem reflexo e impacto direto na entrega dos serviços prestados.

Apesar de existir ainda no ambiente público esses modelos de trabalho mais engessados, já conseguimos perceber algumas mudanças que vão ao encontro de uma cultura organizacional mais flexível e moderna. 

Confira a seguir alguns aspectos que são possíveis mudar a curto prazo e que podem melhorar o ambiente de trabalho e os processos de gestão de pessoas no setor público. 

Prefira uma gestão mais mais horizontal

Os processos de gestão de pessoas no setor público que são bem mais engessados e burocráticos podem ser substituídos por fluxos gerenciais. 

O que significa que o objetivo está focado nos resultados a partir dos estímulos humanizados em relação a cada servidor. Para que haja essa dinâmica, é necessário descentralizar a figura de autoridade. 

Ou seja, todos são convidados a participar da construção do que será, ao longo do tempo, uma cultura organizacional mais humanizada.  

Considere servidores públicos também como usuários

Os servidores públicos são os primeiros usuários da administração pública. A entrega de serviços à população dependerá, em parte, de como a gestão de pessoal no setor público é conduzida. 

Por isso é importante criar uma ambiente de trabalho e de organização em que seja permitida a criação e o incentivo de uma cultura que se importe com o bem-estar dos servidores públicos. 

A participação dos funcionários públicos na construção de um ambiente que valorize suas entregas é tão importante como a participação da sociedade na tomada de decisões das administrações públicas. 

Estimule seu pessoal com recompensas 

No setor privado existem inúmeras formas de recompensar os colaboradores por suas boas práticas e entregas de resultados. 

Já no ambiente público, que funciona por meio de um modelo de contratação diferente, talvez gestores pensem que não há a necessidade de criar modelos de recompensa para os servidores. 

O que não é verdade. Como havíamos dito no tópico anterior, os servidores públicos são os primeiros usuários deste contexto público. 

É importante que haja investimento na capacitação dos colaboradores das administrações públicas, além de criar mecanismos que possibilitem um modo de produção e entrega mais humanizado. 

Humanizar o trabalho dos servidores faz parte também de uma cultura recompensadora. Dessa maneira, cada servidor se enxergará como essencial para a continuidade das entregas públicas. 

Tecnologia para gestão de pessoas no setor público 

A escolha de ferramentas adequadas para o ambiente de trabalho também faz parte do conjunto de boas práticas dentro da gestão de pessoas no setor público. 

É importante que os responsáveis por gerenciar o pessoal dentro dos departamentos considerem a tecnologia como aliada nesse processo. 

Por exemplo, se é você quem responde pela gestão de pessoas no setor público, você já se perguntou se a comunicação interna do seu departamento é efetiva? 

Ou se o fluxo de pagamentos, licenças, sindicâncias e outras atividades relacionadas ao seu pessoal é realmente efetivo? 

Esse tipo de percepção está ligada diretamente àquela consideração que deve ser feita a respeito do servidor como o primeiro usuário do serviço público. 

-

A melhora do serviço público também está relacionada ao como os processos internos são colocados em prática. 

É importante que nas gestões públicas se crie um tipo de cultura voltada à preocupação do bem-estar dos servidores. 

A gestão de pessoas no setor público deve estar presente no planejamento de administração pública, com o propósito de melhorar o ambiente de trabalho de todos. 

Garantir uma gestão de pessoas no setor público que esteja alinhada às expectativas atuais do grupo, sem deixar de considerar as individualidades de cada um, também é uma estratégia para melhorar as entregas de serviços à sociedade. 

Pensei nisso!